oNa maioria dos casos, o mau hálito está relacionado a problemas bucais, salvo algumas exceções. Quando ligado à boca, os principais fatores causadores são: má escovação, presença de cáries e problemas gengivais.Dos fatores acima citados, a má escovação é que origina cáries e a maioria dos problemas de gengiva. As cáries, entretanto, são de mais fácil percepção pelas pessoas do que os problemas gengivais, seja pelo surgimento de dor ou pela percepção de que o “dente escureceu”.Já os problemas de gengiva são diferentes: inicia-se com pequena inflamação dos tecidos gengivais chamada gengivite, com aumento de volume da mesma, vermelhidão, mas nem sempre causa sangramento ou dor o que a torna imperceptível no início, mas sua evolução continua através do acúmulo de placa bacteriana proveniente da má escovação.Se a gengivite não for tratada nessa fase (através do diagnóstico do dentista, em especial do Periodontista, que é especialista em problemas gengivais, evolui para uma inflamação do osso que mantém o dente em posição, chamada periodontite, tendo como características: inchaço e vermelhidão da gengiva, sangramento ao mastigar, escovar os dentes ou espontaneamente, mau hálito constante, gengiva sensível e dentes mudando de posição e amolecidos. A sensação dolorosa nem sempre está presente.Se você está percebendo uma ou algumas características em seus dentes e gengiva, é importante a consulta ao periodontista, que irá detectar que tipo de problema está presente, a gravidade e o melhor tratamento a cada caso.Mas não se esqueça: nem todo dente amolecido tem que ser extraído; você ainda pode salvá-lo!!!Fonte: Dr. Wagner Rosa Jr. – Periodontista – QualiCenter odontologia Ltda.