Você sabe o que a ortodontia preventiva faz?

  • Má oclusão em dentição decídua e mista corrigida;
  • Má oclusão corrigida precocemente, sem necessidade de cirurgias em fase adulta.
  • O acompanhamento da correta troca dos dentes decíduos por permanentes, somada ao bom acompanhamento do desenvolvimento e crescimento crânio facial diminui a necessidade de extrações de dentes permanentes para alinhar todos os dentes.
  • O acompanhamento do crescimento crânio facial também  pode prevenir ou diminuir os riscos da necessidade de cirurgias para correção de diferenças de tamanho esquelético.

 

Nas fases da vida, tecidos e órgãos crescem com diferentes ritmos em épocas diferentes. Veja os fatores do crescimento:

Primários: hereditários, genéticos, diferenças étnicas e sexuais.

Secundários: Idade dos genitores, doenças durante a gravidez, saúde da mãe (alcoolismo, tabagismo), nutrição da genitora e posterior da criança e etc.

Crescimento e desenvolvimento físico: indivíduos com a mesma idade cronológica nem sempre estão no mesmo estágio de desenvolvimento biológico.

Mecanismo de crescimento: quando as pessoas são jovens o mecanismo de crescimento está ativo, há uma absorção do que uma reabsorção e mudança de dimensões. Essa é a melhor fase para correção ortodôntica!

 

É o papel do cirurgião dentista:

  • Supervisão periódica destes eventos de crescimento
  • Prevenir ou interceptar desvios da normalidade
  • Impedir que gerem alterações esqueléticas

 

E você já fez a ortodontia preventiva com sua família?

 

Clique aqui e leia mais sobre ortodontia preventiva.