Periodontia

Colaboração: Colaboração : Prof Dra. Maria de Lourdes Rodrigues Accorinte, Dra. Angela Rosalina Maldonado e Dr. Wagner Rosa Junior.

É a especialidade que trata a gengiva, o osso alveolar e os ligamentos que envolvem o dente.
Nesta especialidade o tratamento consiste em cuidar a doença que é uma infecção bacteriana que pode levar à perda dos dentes, procurando devolver a função e a estética que foram comprometidas por ela.

Teste: Será que você sabe reconhecer se sua gengiva é saudável ?


  SAÙDE GENGIVAL DOENÇA GENGIVAL
COR e vermelho claro à cor de rosa Vermelho bem escuro
TEXTURA Aspecto de "casca de laranja" Aspecto liso e brilhante
CONSISTÊNCIA A gengiva deve estar
fixa ao dente
Gengiva amolecida e flácida
Gosto na boca Sem gosto metálico Gosto metálico devido
à presença de sangue
Sangramento Ausente Presente
SUPERFÍCIES DENTAIS Completamente lisas Com Placa Bacteriana e
Mau hálito persistente
Mobilidade dental Ausente Presente

 

Cuidado - Se você apresentar um desses sintomas, procure o Periodontista para uma avaliação.

Como a doença periodontal se instala?

Infelizmente não conseguimos "ver" a doença periodontal; ela se instala progressivamente entre nossa gengiva e o osso que segura o dente, provocando a destruição deste osso e conseqüente mobilidade dental e perda deste elemento.

Mas em alguns casos as pessoas relatam após alguns anos que seus dentes estão se separando ("abrindo"), estão "indo pra frente" ou que estão ficando "moles". Pronto, mais um problema para o paciente: a ESTÉTICA!! Sem contar o gosto ruim na boca, o sangramento, o mau hálito, os dentes moles...e nessa hora o que fazer?

Vamos procurar ajuda!!

Prevenção: O melhor tratamento odontológico que existe é a prevenção, pois além de se evitar a doença gengival, o paciente não gastará muito com o tratamento. O paciente evitará o surgimento da doença gengival obedecendo os seguintes critérios:

Escovando os dentes após cada refeição, utilizando a escova adequada para sua dentição bem como utilizando a técnica correta orientada pelo cirurgião-dentista;
Utilização de fio dental após a escovação ;
Uso diário de soluções para bochechos ;
Alimentação adequada, isto é, priorizar alimentos que tanto pela sua consistência, bem como pelo seu valor energético, contribuam para melhorar a saúde bucal e geral do paciente (frutas, verduras e legumes).
Evitar alimentos ricos em açúcar e carboidratos que além de prejudicarem os dentes, não beneficiam a saúde geral do paciente
(balas, doces, massas, refrigerantes, etc).
Necessidade de se visitar regularmente o dentista para que se possa ser feita uma avaliação bucal e para que o paciente possa obter outras informações em relação à sua saúde bucal.

O uso do fio dental deve proporcionar a remoção da placa bacteriana nas superfícies interdentais, este deve ser friccionado contra ambas as faces laterais de cada dente. Na presença de próteses fixas ou de aparelhos dentários (acesse também Tratamento Ortodôntico) passadores de fio podem ser utilizados - à venda em farmácias.

O periodontista irá realizar a completa raspagem e polimento das superfícies radiculares, deixando-as completamente livres de cálculos (tártaro) e placa bacteriana, porém o osso perdido não pode ser mais recuperado, logo a colaboração do paciente na manutenção de uma boa higiene oral, boa alimentação, e controles periódicos é essencial para o sucesso do tratamento.

O paciente evitará o surgimento da doença gengival obedecendo os seguintes critérios:
- Escovando os dentes após cada refeição, utilizando a escova adequada para sua dentição bem como utilizando a técnica correta orientada pelo cirurgião-dentista;
- Utilização de fio dental após a escovação;
- Uso diário de soluções para bochechos;
- Alimentação adequada, isto é, priorizar alimentos que tanto pela sua consistência, bem como pelo seu valor energético, contribuam para melhorar a saúde bucal e geral do paciente (frutas, verduras e legumes);
- Evitar alimentos ricos em açúcar e carboidratos que além de prejudicarem os dentes, não beneficiam a saúde geral do paciente
(balas, doces, massas, refrigerantes, etc);
- Necessidade de se visitar regularmente o dentista para que se possa ser feita uma avaliação bucal e para que o paciente possa obter outras informações em relação à sua saúde bucal.

Porque somente algumas pessoas apresentam Doença Periodontal ?

Esta é uma doença genética, que irá se desenvolver pela presença da placa dental (resíduos de alimento e bactérias), existentes na boca e a sua gravidade será de acordo com a reação do indivíduo frente a esta placa, podendo ainda ser agravada pelo fumo, doenças sistêmicas, fatores hormonais entre outros. Porém o maior vilão é a falta de uma higiene adequada.
Fique sabendo que a Doença Periodontal pode prejudicar sua saúde!

Existe uma grande relação entre Doença Periodontal e Doenças Sistêmicas

Pesquisas demonstram a inter-relação da doença periodontal com doenças sistêmicas, tais como doenças cardiovasculares, osteoporose, baixo nascimento e parto prematuro de bebês, diabetes e AVC (derrame). Há pesquisas sugerindo que as doenças periodontais são fatores de risco para algumas doenças respiratórias, como a rinite, a sinusite e a pneumonia.

Seu Periodontista e Cardiologista serão capazes de determinar se suas condições periodontais e cardíacas requerem uso de antibióticos antes das consultas periodontais.

Além de causar prejuízos para seus dentes, esta infecção pode agravar doenças pré existentes em seu organismo como, doenças cardíacas, respiratórias, provocar partos pré maturos, prejudicar o controle de glicemia em um diabético, além de ser uma das causas mais comuns do mau hálito.

Vale lembrar que o fumo, carências vitamínicas, estresse, alterações hormonais, infecção pelo HIV, uso de determinados medicamentos também podem afetar um quadro pré existente de DP.

Sabendo de tudo isso, adote um Periodontista para um controle periódico, nunca se esquecendo que a Doença Periodontal necessita de manutenção para se manter estável, ajudando a proporcionar saúde para o indivíduo.

Estética Gengival

Um periodontista não cuida somente da infecção, mas também das seqüelas que esta pode proporcionar como:

Retração Gengival que consiste em uma exposição da raiz em maior ou menor grau, tendo na maioria das vezes mais de uma causa, mas sempre associada a placa dental e muitas vezes também a traumas de oclusão (mordida errada), este problema pode provocar sensibilidade, podendo levar até a perda do dente.
Como solução para o recobrimento da raiz exposta existam várias técnicas de enxerto, sendo que as que proporcionam melhores resultados são as que usam gengiva da mucosa do palato. Atualmente, com o uso do laser terapêutico, conseguiu-se diminuir a sensibilidade no pós-operatório, possibilitando ao paciente mais conforto após a cirurgia.
Vale lembrar que o sucesso do recobrimento radicular vai depender do tamanho da retração, da área doadora, da qualidade de gengiva remanescente, sendo que as vezes será necessária mais de uma cirurgia. Porém, sempre existe uma grande melhora já que com este tratamento, o paciente ganha uma gengiva de boa qualidade, que vai proteger muito mais o seu dente.

Às vezes o tártaro parece que é só uma pequena camada...
...Mas se pudéssemos levantar a gengiva, verificaríamos que o tártaro cresce de dentro da gengiva, destruindo o osso alveolar, levando a mobilidade e perda dentária
Nesse caso procure ajuda URGENTE!!!
Colocar a escova na face externa dos dentes em um ângulo de 45° fazendo movimentos de vai-e-vem
Na face interna dos dentes anteriores, colocar a escova e ir escovando dente a dente
A superfície incisal também deve ser escovada
Na face interna dos dentes posteriores também colocar a escova num ângulo de 45° e movimentos de vai-e-vem
A face externa dos dentes posteriores também deve ser higienizada. a escova tipo Bitufo (demonstrada na foto), também é indicada, proporciona uma higienização dente a dente
A superfície oclusal também não pode ser esquecida
Legenda Lateral: Até onde está indicado com a seta é a coroa do dente. Acima é exposição radicular, que pode provocar bastante sensibilidade
Caso com retração - antes da cirurgia
Caso pós-cirúrgico - recobrimento das retrações

HOME  |  A QUALICENTER  |  EQUIPE  |  ARTIGOS  |  SERVIÇOS  |  DICAS  |  DEPOIMENTOS  |  DÚVIDAS  |  LOCALIZAÇÃO

CRO 7425 • Responsável Técnica: Prof.ª Dra. Maria de Lourdes Rodrigues Accorinte - CRO 39.935 • ©2011 Qualicenter Odontologia Ltda.